Mais bonita com a camu camu!

Natural da Amazônia, a cápsula dessa fruta queima gordura e combate o envelhecimento

Letícia Gerola

A vitamina C presente na fruta também aumenta a absorção de ferro do corpo | <i>Crédito: Shutterstock
A vitamina C presente na fruta também aumenta a absorção de ferro do corpo | Crédito: Shutterstock

Uma frutinha pequena, mas que possui grandes benefícios! A camu camu é um fruto amazônico com três vezes mais vitamina C do que a laranja. “É justamente essa vitamina C que transforma a gordura do corpo em energia, auxiliando no emagrecimento”, explica a nutricionista Letícia Mendes, da Estima Nutrição. Além de curinga na perda de peso, a fruta tem quantidades significativas de antioxidantes, retardando o envelhecimento da pele e prevenindo doenças. Fique por dentro das propriedades desse alimento e como você pode eliminar quilos com ele!

Raio-X da fruta

Natural da Amazônia, nasce em um arbusto na margem de rios e lagos. Pode ficar até 5 meses submersa! Tem forma de bolinha vermelha escura, com uma casca grossa com penugem e um sabor ácido e bastante azedo. É usada na Amazônia no preparo de sorvetes, geleia ou doces! Além da fruta natural, é possível encontra-la em cápsulas, em pó ou na composição de cosméticos.

Propriedades emagrecedoras

A grande quantidade de vitamina C presente nesse fruto estimula o organismo a produzir L-carnitina, um aminoácido responsável por transformar gordura em energia. “Esse aminoácido impede que placas de gordura se depositem nos vasos sanguíneos, reduzindo a quantidade de lipídios no organismo e contribuindo para o emagrecimento”, explica a especialista. Além disso, o fruto possui grande quantidade de fibras, o que melhora o fluxo intestinal e aumenta a sensação de saciedade. Isso significa que consumir a cápsula entre as refeições vai fazer você ter menos fome, diminuir a quantidade de comida consumida e ainda reduzir a gordura do corpo!

Benefícios para a saúde

Rica em antioxidantes, a camu camu estimula a produção de colágeno, substância que age diretamente sobre os radicais livre, prevenindo o envelhecimento  – tanto da pele quanto das demais células. “Por ser antioxidante, ela impede as células de se degenerarem com rapidez, o que diminui a incidência de câncer”, completa a nutricionista. A vitamina C presente na fruta também aumenta a absorção de ferro do corpo, baixando o risco de anemia. “Sua propriedade anti-inflamatória combate os sintomas de gripe naturalmente, uma vantagem em época de inverno!”, afirma Letícia.

Atenção ao uso

Qualquer alimento quando consumido em excesso pode fazer mal! A superdosagem de vitamina C, por exemplo, pode resultar em infecção urinária. “Apesar do risco, é preciso consumir uma quantidade muito elevada para experimentar algum desconforto: mais de vinte unidades da fruta em um período de três dias é além da conta, mas se você se mantiver abaixo desse número está segura”, garante a nutricionista. Vale lembrar que a cápsula é mais concentrada do que a fruta em si, portanto respeite as orientações médicas quanto à quantidade indicada.

 

15/05/2017 - 16:01

Conecte-se

Revista Viva Mais