Cabelo liso sem precisar ir ao salão

Conheça os cremes alisantes que você aplica em casa e dão resultado de progressiva

Letícia Gerola e Mariana Poli

Chega de progressiva! | <i>Crédito: Shutterstock
Chega de progressiva! | Crédito: Shutterstock

PARA QUE É INDICADO

“Podem ser usados para retocar a raiz que está crespa, domar a franja, abaixar o volume dos cabelos”, orienta o cabeleireiro Rodail Lima, da Black White Studium.

Desvantagem: como são mais leves, têm um efeito menos duradouro do que os procedimentos feitos em salão. Por isso, duram nos fios por no máximo três meses.


MODO DE USAR

Varia de produto para produto – assim como o resultado. Por isso, é importante ler os rótulos e seguir as indicações de cada fabricante. “Se a ideia é tirar o volume, opte por cremes que você passa com o cabelo úmido, deixa durante um tempo e depois lava normalmente, secando sem escova. Se o plano é arrasar no liso, escolha os produtos que são aplicados no cabelo seco, lavados e finalizados com escova ou chapinha”, explica.


IMPORTANTE SABER

Para usar esse tipo de produto, utilize luvas na aplicação! "Indico isso por causa da amônia – presente em alguns produtos, ela pode ressecar ou dar alergia nas mãos", diz Lima.

Quem tem fio enrolado deve optar por cremes com tioglicolato de amônia: eles são mais fortes e relaxam melhor os cachos.

Se aplicar o alisante, não abuse de xampu anti-resíduo. Use no máximo uma vez ao mês, pra não tirar o liso.


SE VOCÊ TEM TINTURA

“Utilizar esse procedimento em cabelos coloridos detona os fios!”, alerta Lima. Tenha coloração ou não, abuse de hidratações para manter os fios selados e prolongar o efeito liso.


OS CREMES: 

Creme alisante Óleo de Semente de Manga (500 g), da Salon Line, R$ 22,11 nas Americanas.com

Creme alisador Silicon Mix (450 g), R$ 78,29, na Meu Salão

Creme alisador, da Keune, R$ 128,90

Creme alisante Hair Life (180g), da Embelleze, R$ 10,90

Alisante com tioglicolato de amônia, da Amend (500 g), R$ 43,27

Creme Alisante Lola Vintage (100g), da Lola, R$ 34,67


09/03/2017 - 08:00

Conecte-se

Revista Viva Mais