Faxina para evitar rinite, sinusite e outras ‘ites’

A tendência é de que essas alergias aumentem cerca de 40% no inverno

Redação Viva! Mais 25/07/2017 - 07:12

Para evitar que as doenças respiratórias se agravem no inverno, especialista listou algumas dicas

É batata. Basta o ar frio e seco, típico do outono-inverno, dar as caras que as alergias respiratórias, como bronquite, rinite, sinusite, otite, faringite e asma aparecem, enchendo os hospitais. A tendência é de que essas alergias aumentem cerca de 40% nessa época do ano. O crescimento dos casos de asma, principalmente, é assustador. Dados de 2016 da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que a doença é a terceira maior causa de internação no SUS, com cerca de 2 mil mortes por ano.

 

A chegada do inverno faz, ainda, com que muita gente mantenha a casa fechada, o que pode influenciar no aumento de sujeira, poeira e ácaros, caso não seja feita a limpeza adequada. O que pode agravar as doenças respiratórias típicas dessa época.


Para evitar que as doenças respiratórias se agravem no inverno, Lilian Esteves, da rede de limpezas HouseShine, listou algumas dicas: