Como valorizar a recompensa do seu cão

Identifique o melhor objeto de troca para seu cão e premie os comportamentos corretos dele

Por Ludmila Cristina Baldi, Bióloga, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

É necessário analisar a situação do ponto de vista do animal: o que seria tão ou mais interessante quanto a brincadeira no quintal? | <i>Crédito: iStock
É necessário analisar a situação do ponto de vista do animal: o que seria tão ou mais interessante quanto a brincadeira no quintal? | Crédito: iStock

O Adestramento Inteligente é uma metodologia de ensino baseada no reforço positivo, que tem como premissa ofertar ao cão uma recompensa cada vez que ele realiza um comportamento desejado.


O uso de estímulos reforçadores positivos tem embasamento científico (psicologia comportamental – “behaviorismo”) e são nossos aliados no treinamento de cães, já que incentivam a mudança de comportamento, facilitam o condicionamento e aumentam a resposta aos comandos.


A recompensa é tudo aquilo que tem valor para o animal no momento (atenção, carinho, alimento, brincadeira, bem-estar etc). Basta fazermos um comparativo com as relações humanas: um funcionário de uma empresa que recebe um bônus pelos seus resultados tende a trabalhar com mais empenho e entusiasmo, por exemplo.


Agora imagine a seguinte situação: um cão está brincando e correndo no quintal e seu tutor o chama. Ele vai até o tutor que faz um breve carinho e, então, o prende dentro de casa. O cão irá entender que trocou sua diversão por algo sem graça - e pode passar a não responder mais ao chamado.


Como valorizar um objeto de troca neste caso? É necessário analisar a situação do ponto de vista do animal: o que seria tão ou mais interessante quanto a brincadeira no quintal? O tutor poderia, por exemplo, criar o comando “Para a casa” e ofertar um petisco ou brinquedo que o cão goste muito e que não tenha sempre a disposição, aumentando ainda mais o valor da recompensa. A forma como será oferecida também faz toda diferença – mostrar animação, “fazer festa”, torna a situação ainda mais atrativa.


É importante que os tutores entendam a forma como os cães aprendem para que não se frustrem. Prover os recursos básicos para o animal não é fator preponderante para que ele se comporte da maneira esperada. Os cães aprendem através de suas experiências de vida e as guardam na memória. Se essas experiências forem benéficas, ele irá reproduzir as situações que o levaram a esse resultado, assim como irá evitar as situações desvantajosas para ele.


Todo comportamento recompensado tende a se repetir, portanto, o cão apresentará o comportamento correto com maior frequência se, com ele, obtiver algum benefício. Sendo assim, identifique a melhor recompensa para seu cão, premie os comportamentos corretos.  Com algumas repetições ele irá aprender que obedecer aos seus comandos vale a pena!

20/07/2017 - 07:50

Conecte-se

Revista Viva Mais