Como colocar uma criança para meditar

A prática presenteia os pequenos com foco, disciplina, concentração e autoconhecimento

Caroline Cabral

Meditar é olhar para dentro, nutrir e cuidar dos lugares mais íntimos do ser. | <i>Crédito: iStock
Meditar é olhar para dentro, nutrir e cuidar dos lugares mais íntimos do ser. | Crédito: iStock

O que é a meditação?

A técnica milenar da meditação já é amplamente difundida e praticada no oriente, onde é tida como porta de entrada para a jornada do autoconhecimento e de mudança de hábitos. No Brasil, a prática por vezes é vista como o desligar da mente ou uma maneira de se desconectar de pensamentos compulsivos e sentimentos ruins. Para o professor PHD naturoterapeuta Américo Barbosa, ela faz o oposto: “meditar é ligar plenamente a mente para acessar paz e expansão de consciência”. Ela existe para aumentar a capacidade de tomar decisões assertivas, conectadas com a essência de cada ser. “É um encontro maravilhoso com você mesmo”, avalia.

Meditar é olhar para dentro, nutrir e cuidar dos lugares mais íntimos do ser. Isso requer foco, disciplina e concentração, três características pouco vistas em crianças de até 8 anos. “A criança se afasta dela mesma no decorrer da vida. A meditação a aproxima de si e traz criatividade, permitindo com que ela faça mais conexões e sinapses no cérebro”, analisa o professor. 

Como colocar uma criança para meditar em casa

Basta uma rápida pesquisa no YouTube para encontrar milhares de vídeos com meditações guiadas. Os áudios induzem ao estado meditativo convidando o ouvinte a respirar com calma, prestando atenção no movimento do corpo e mantendo os olhos fechados.

O professor Américo criou um método especial, chamado Hasta Ananda, que pode ser feito em quatro minutos. “Ele deve ser usado no olho do furacão, não só quando tudo está bem”, ressalta. Confira o passo a passo para guiar a criança no processo.

1 Escolha um lugar confortável e estimulante, com uma visão para a natureza. Se não há um jardim em casa, coloque um quadro ou um urso de pelúcia por perto, qualquer objeto que a faça se sentir bem. Pergunte onde ela gostaria de sentar para esse momento e respeite a resposta.

2 Comece pedindo que ela faça um desenho real, como um cachorro. Depois peça para que ela observe seu desenho e imagine outras cores e formatos nele. Na sequência, sugira que ela descreva tudo que imagina. Pronto, ela já começou o processo meditativo. A criança medita de olhos abertos e tem uma experiência sensorial. Ela começa a imaginar uma rosa ou um animal em cada detalhe que sua criatividade permitir. A meditação tem que ser muito consciente.

3 Hasta Ananda significa mãos felizes. Para aplicar o método é simples: basta dobrar os dedos indicadores até a palma da mão e sobrepor o polegar a eles, mantendo os outros três dedos retos. Em alguns segundos será possível sentir o pulso do corpo na ponta dos dedos. Deixe a criança nessa posição por quatro minutos, reparando tão somente no pulsar do sangue. Esse exercício por si só trará uma paz interior maior e muita plenitude. Vocês estarão enviando mensagens claras para o cérebro: tome consciência do seu próprio ser.

07/06/2017 - 17:16

Conecte-se

Revista Viva Mais